quarta-feira, 23 de julho de 2008

Saudade de você

Não é que eu estava acostumada à você
e agora eu sofro por não tê-lo aqui
Não, não era costume
Chame do que quiser, mas eu não estava acostumada à você
Chame de amor, companheirismo,
Pode também chamar de "aconchego que me fazia dormir melhor"
ou de "ligações que me faziam voltar correndo pra casa"
Mas não, eu não estava acostumada a você...
Você faz muita falta sim
Seus beijos, seus abraços
Até suas mordidinhas (eu acho)
Mas eu não estava acostumada à você
Minha alma simplesmente encontrou a sua!

2 comentários:

Cris disse...

Lindo!!!

Pat disse...

Nossa como vc ta poetisa, hein? bjao!