sexta-feira, 24 de julho de 2009

Couch Potato

Eu sei que não escrevo com tanta freqüência, mas gostaria.
Sei que não me exercito com tanta freqüência, mas gostaria.
Sei que não saio com tanta freqüência, mas gostaria.
Sei que não ouço música com tanta freqüência, mas gostaria.
Sei que não vou a shows de rock com tanta freqüência, mas gostaria.
Gostaria que o tempo parasse.
Que a idade não chegasse.
Que a pele não enrugasse.
Que as doenças não viessem.
Que os amigos não partissem.
Que o amor nunca acabasse.
Que a preguiça não tomasse conta de mim.
E que o meu sofá fosse mais duro!