quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Faltam 163 dias - O jantar de noivado


Quando contei à meu pai que queria me casar, ele disse tudo bem, mas Beto precisava pedir minha mão em casamento! Era tudo brincadeirinha, mas Beto levou à sério e começou a ficar ansioso, perguntando quando seria. Daí minha mãe gostou da idéia e aproveitou para marcar um jantar de noivado!
A princípio seria apenas nós quatro: eu, Beto e meus pais, mas achamos interessante convidar meus avós e a mãe de Beto para fazer uma surpresa. E daí começou um dilema: contar para a mãe do noivo na mesma ocasião dos avós não seria desrespeitar a hierarquia?

Só que minha avó ficou sabendo... Quando liguei para ela ouvi "Soube de uma notícia que me deixou tão feliz... você sabe que eu sempre acreditei que, de todos os seus namorados, Beto foi aquele que você mais amou?" Ufa! Ainda bem! Já pensou se ela falasse que foi outro?

Quando contei à Beto ele só fez me olhar para que eu confirmasse o que minha avó falou... hum... deixe-me pensar... Segundo Lili, minha irmã, depois de várias tentativas e erros eu tinha que ter acertado!

Então, já que minha avó sabia, Célia deveria saber também e, ao buscá-la no aeroporto, Beto contou-lhe a notícia.

E o íntimo jantar dos noivos logo se transformou em uma pequena grande festa! Minha mãe convidou mais algumas pessoas, tinha gente achando que a surpresa era que eu estava grávida, Beto se refugiou na varanda e eu não sabia se contava logo no início (para pararem de olhar para a minha barriga=) ou se esperava todo mundo comer para contar.

Minha mãe achou melhor esperar para entrar no clima, mas a demora (e a barriga cheia) fez com que algumas pessoas passassem a ter certeza que era gravidez mesmo (preciso voltar a andar na esteira urgente!). E, por isso, quando minha mãe achou que chegou a ahora (antes de eu morder meu último pedaço de pizza), eu tentei ser engraçada falando assim: sei que muitos de vocês acham que eu estou grávida, mas antes de engravidar é preciso casar, então eu e Beto nos casaremos em julho! (eu disse "tentei"...)

Todos ficaram muito felizes e nos deram os parabéns. Foram muitos beijos, abraços e felicitações depois de ouvirmos alguns discursos sobre a gente (ficou parecendo aqueles rehearsal dinners de casamento americano). E é um momento como esse que será proposto no dia do nosso casamento, após outro momento muito especial: o do silêncio =)

Nenhum comentário: