quarta-feira, 7 de março de 2012

Gravidez aos 36 – Calma

No meu post Para Amamentar é preciso ter CALMA falei sobre a nossa primeira visita a este Consultório de Aleitamento Materno, o Calma. São quatro consultas e hoje fomos para a 2ª.

Este segundo encontro é sobre técnicas de amamentação. Nossa enfermeira Eliene nos saudou de forma muito carinhosa, nos chamando pelos nomes e nos entregando "Ícaro". Um bebê muito parecido com um de verdade, inclusive bem pesadinho, para ser usado durante as demonstrações. Beto ficou um pouco desconcertado quando Eliene pediu que ele segurasse “Ícaro” (devia ter registrado esse momento!), mas não teve para onde fugir. Enquanto Eliene me ensinava a examinar minhas mamas, ele ficava ao meu lado carregando o bebê e prestando atenção, porque são muitos detalhes! Bem que Priscila me avisou para levar um gravador! Porque ou eu "dava de mamar" ou eu escrevia no meu caderninho!

Nós dois parecíamos alunos, porque Eliene perguntou se havíamos lido o texto entregue na consulta anterior para iniciar a sessão de perguntas! Beto é da turma do fundão e disse que nem lembrava qual era o texto, que já tinha tanto tempo...  (entrego logo!!) e eu disse que havia lido, mas tinha esquecido a pasta, depois culpei a greve da polícia por não termos vindo mês passado e por isso demoramos muito para retornar e eu não conseguia me lembrar direito o conteúdo e... e... (vixe! quem é o pior da classe??).

Mas a aula começou e Eliene nos mostrou alguns slides e perguntou o que estava errado com uma das mamas. Eu acertei! Estava muito inchada e o mamilo não estava protruso. Ela novamente examinou as minhas mamas e gostou do que viu! Não preciso usar a concha para aumentar a protrusão, pois meus mamilos já estão prontos! Só preciso continuar usando o sutiã de furinho e tomando os banhos de sol.

Em seguida ela me ensinou técnicas para examinar as mamas e o teste de flexibilidade areolar e o que fazer quando não estiver flexível (ui!!). Fiquei até emocionada. Chorei, não porque doeu um pouquinho, mas porque saiu bastante colostro =) Depois de todos esses exames “amamentei Ícaro”. Ela aprovou minha técnica, mas me instruiu a melhorar um pouco mais o contato da barriguinha dele com a minha e deu a dica (importantíssima) de  sustentar as mamas com a sua mão em forma de C, fazendo tipo uma bandeja com os quatro dedos. Pois é... Comida de bandeja...

Depois revisamos a pega correta (que não deve doer e nem fazer barulho), colocar e tirar os seios da boquinha de Ícaro (a dica do mindinho é muito importante para que ele não morda o mamilo, o que costuma ferir seriamente), como sentar na posição correta para amamentar (a lua é do lado e não na frente), o tempo das mamadas, como reconhecer quando Ícaro estiver satisfeito e o que fazer no período da apojadura (ou quando o "leite desce" =).

Tudo isso foi praticado com o bonequinho e com Beto prestando muita atenção. Também falamos sobre o ambiente tranquilo para a amamentação, pelo menos até eu e Ícaro nos entendermos, porque depois eu posso dar de mamar até lendo um livro! Dessa vez não teve tarefa de casa, mas saímos com tanta informação que eu precisei escrever logo, como forma de revisar tudo o que foi aprendido hoje. Agora só faltam mais duas aulas com Eliene, o curso de preparação para pais da maternidade, terminar de ler alguns livros e a prova, que será em maio, mas não tem data marcada porque será surpresa =)

Um comentário:

Carla disse...

Oi, Kari!
Que bom que vc está fazendo o curso sobre como amamentar, pq eu me preocupei muito com a preparação para o parto, que graças a Deus foi maravilhoso, mas acreditava que amamentar era fácil, que era só colocar o bebê no peito e pronto ele fazia tudo sozinho, hehehe, santa ignorância!!! Sofri muito nesse momento, Gaby não pegava bem o peito, acontecia tudo isso que ela falou, fazia barulho e doía muito, só quando ela já estava com quase dois meses que aprendi mesmo a amamentar, sustentando a mama e utilizando o mindinho quando ela não mamava direito, a meia lua também ajuda muito. Vamos marcar para nos ver, saudades e um bj bem gostoso no ventre, hehehehe