sábado, 22 de abril de 2017

Ctrl+Alt+Del - Ana

Ana é uma dessas pessoas que aparecem na sua vida sem querer. Mas peraê... as pessoas nunca aparecem em nossas vidas sem querer... rs Tem sempre um motivo, uma aprendizagem... Mas o que quis dizer é que Ana estava procurando emprego e um conhecido meu (porteiro de uma escola na qual trabalhei e pai de uma das minhas alunas, que mais tarde tornou-se professora e foi contratada por mim - adoro esse ciclo!) me pediu ajuda para conseguir emprego pra ela. Então levei seu currículo lá pra escola, mas já foram me avisando que não iam contratar mais ninguém.

Como Ana estava procurando qualquer emprego, contanto que tivesse carteira assinada e pagamento das taxas, eu pedi a esse meu amigo para perguntar se ela gostaria de trabalhar "em casa de família". Pois é... estava chegando um bebê em casa que ia nos transformar e mudar todo o ambiente! E a casa ia deixar de ser "esculhambada" (sem preocupação se tem comida na geladeira, por exemplo - coitado do meu mais velho rs), pra ser "de família". Disse-lhe que seria de carteira assinada e com pagamento das taxas! E sem descontos! E Ana veio, então, me conhecer. Ai ela não resistiu ao meu charme e à minha barriguinha já saliente e aceitou :D

Ana começou a trabalhar na metade da minha gestação. Ela e Ícaro se conhecem desde a barriga... Apesar de não ser religiosa, uma vez uma senhora me disse que Ana e Ícaro são do mesmo orixá e por isso são assim tão conectados... Não sei quanto ao orixá, (deve ser), mas sei que eles se amam muito!


É Ana pra cá, Ana pra lá, cadê Ana, Ana vem hoje?, Ana que brinca, Ana que cuida, Ana que mima, Ana que se preocupa, Ana que chora desde o dia que soube que ia chegar a hora... 

Acontece, o que vou deixar claro pra ela, é que a vida é feita de ciclos... E, mesmo que não fôssemos nos mudar, Ícaro já vai fazer 5 anos... E eu já ia colocá-lo no tempo integral e já íamos voltar a cuidar da casa nós mesmos, como sempre fizemos, dividindo as tarefas entre eu, Beto e Thiago meu mais velho, que hoje já mora só e se cuida, porque também não ficou pra sempre com babá...

Ana não era apenas babá. Ana era faz-tudo. E fazia tudo com alegria! Sempre que eu estava com tempo, ajudava-a na limpeza. Nunca deixava a pia suja de fim-de-semana para ela encontrar na segunda. E discutíamos algumas coisas de Ícaro e eu ficava feliz de pensarmos igual.

Ana me viciou em café! E agora vou sentir falta do seu cafezinho (apesar de ser açúcar com café). Mas, na verdade, o que sentirei falta será das conversas do cafezinho, que incluíam as reclamações dos seus parentes, que ela me contava em tom de desabafo. Só não vou sentir falta das notícias horrorosas que ela me contava das coisas que aconteciam onde ela morava ou do sensacionalismo dos noticiários que ela assistia! Mas Sentirei falta do seu carinho e cuidados que iam desde Ícaro até nossos três gatinhos*, que ela adotou com muito amor!

E, como fechamento de ciclo, não queria ir embora sem deixá-la encaminhada. Então pensei em, finalmente, entregar seu currículo lá na escola onde eu trabalhava. Onde tudo começou... E conversei com várias pessoas que, inclusive, já a conheciam, porque ela muitas vezes levava Ícaro e ficou com ele naquele período de adaptação da pré-escola. E essas pessoas já sabiam o quanto ela era bacana! Não precisei nem falar muito. Mas fiz questão de deixar por escrito em uma carta de referência. Coisa que não se faz mais, só que eu achei que era importante!

Salvador, 12 de dezembro de 2016

A quem possa interessar,

Esta carta é para certificar que a Sra. Ana Maria Moreira de Jesus começou a trabalhar em nossa casa em janeiro de 2011 e irá trabalhar até o momento da nossa partida, em 20 de fevereiro de 2017, ou antes, se ela conseguir emprego. Ana trabalha como cuidadora da casa e do meu filho, agora com 4 anos.

Como cuidadora, os deveres de Ana incluíam: arrumar toda a casa, cozinhar, dar banho e arrumar meu filho, e até mesmo cuidar dos nossos três gatos que ela, prontamente, aceitou levar para casa para cuidar por conta da nossa mudança para a Europa. Único motivo pelo qual estamos dispensando-a.

Conheço Ana há mais de quatro anos, quando ainda estava grávida, procurando alguém para tomar conta do meu filho. Como cuidadora, Ana é altamente ativa e amorosa. Ela contribui com sugestões práticas para o nosso dia-a-dia e está sempre pronta a ajudar. Ana é muito pontual e assídua. Além disso, está sempre preocupada com o bem-estar de meu filho e dos nossos três gatos. 

Eu recomendo Ana e tenho certeza que ela vai contribuir enormemente para qualquer casa ou empresa que a contratar. Ele é muito comprometida e trabalhadora. Uma pessoa do bem como é difícil encontrar hoje em dia.

Caso tenha dúvidas, fique à vontade para entrar em contato comigo para maiores informações.

Atenciosamente,

Karina Nery

*Nosso gatinhos tem por volta de 16 anos e achamos que seria uma viagem muito dura para eles. Além disso, iremos ficar um tempo na casa da minha irmã.

Nenhum comentário: